Budapeste - Bratislava

Translado privado com motorista e veículo privado de Budapeste a Bratislava ou de Bratislava a Budapeste.

Se estiver planejando uma viagem para a Europa Central e procurando uma solução ideal para ir de Bratislava a Budapeste ou vice versa, o nosso serviço de traslado pode ser ideal. Temos carros cómodos e espaçosos com ar condicionado e com motorista privado para grupos até 3 pessoas, minivans para grupos até 15 pessoas e para companhias maiores arranjamos autocarros de turismo. Procure o serviço de traslado de ida e volta da nossa empresa LovelyBudapest.com: irá popupar tempo e dinheiro connosco.

Budapeste-Bratislava traslado privado:

  • leva menos tempo do que andar de avião,
  • também é mais rápido do que ir de trem,
  • mais barato do que bilhetes de avião quando se trata de grupos maiores,
  • leva você do seu hotel em Budapeste até ao seu hotel em Bratislava (ou vice versa)
  • é seguro,
  • pode solicitar só com motorista ou com um guia profissional que fala português,
  • o traslado pode ser combinado com um passeio bonito a pé em Szentendre, Visegrád e Esztergom
  • oferece uma vista única sobre o Danúbio,
  • pode ser solicitado em pacote também!

Descrição de Bratislava

Bratislava (em alemão: Pressburg, em húngaro: Pozsony) é a capital da Eslováquia. A cidade que à semelhança de Budapeste e Viena é cortada do rio Danúbio, fica muito próxima das fronteiras austríaca e húngara. Bratislava tem cerca de 427 mil habitantes, e com isso é a maior cidade do país. Os Cárpatos, uma das cordilheiras européias, começam no território de Bratislava.

A cidade tem a maior densidade populacional da Europa Central. Como capital, naturalmente é sede do Parlamento e do Governo eslovacos, e tem uma oferta muito rica na área da cultura e artes.

No território de Bratislava viveram celtas e romanos, os eslavos chegaram nos séculos V e VI, e no século X a zona da cidade tornou-se parte do Reino da Hungria. Em 1405 acabou por ser declarada cidade livre real pelo rei Sigismundo de Luxemburgo.

Na altura da invasão turca Bratislava foi danificada, mas os otomanos nunca conseguiram conquistá-la. Mais ainda, no fundo Bratislava ganhou com o avanço dos turcos em território húngaro porque em 1536 foi designada a nova capital da Hungria quando um terço do país passou para as mãos dos Habsburgos. Por isso Bratislava foi durante muito tempo a cidade onde se coroava monarcas: entre 1536 e 1830, onze reis e rainhas foram coroados na Catedral de São Martim.

O século XVII foi marcado por revoltas contra os Habsburgos, lutas com os turcos, cheias e pragas. A cidade e o castelo foram conquistados várias vezes pelos revoltosos, depois reconquistados pelas tropas do imperador.

Bratislava teve o seu auge durante o século XVIII. Durante o reinado da Maria Teresa transformou-se na cidade mais importante do território da atual Eslováquia e Hungria. Muitos palácios, mosteiros e mansões foram construídos naquela altura. Sob o reinado de José II a cidade começou a perder a sua importância, especialmente quando a coroa húngara foi levada para Viena e muitas instituições importantes passaram para Buda.

Em 1805 Napoleão obrigou ao impreador austríaco assinar o Tratado de Bratislava de acordo com o qual a Veneza passava para mãos francesas. O congresso de Viena de 1815 deixou a cidade dentro do Império Austríaco. De acordo com o Compromisso de 1867 entre os húngaros e a casa dos Habsburgos, Bratislava passava ser parte do Reino da Hungria dentro do Império.

Toda a situação mudou em 1919, depois da primeira guerra e a desintagração da Monarquia: com o nascimento da Checoslováquia a cidade passou a chamar-se Bratislava e converteu-se na capital da província de Eslováquia. Depois da primeira decisão de Viena (1938) Bratislava transformou-se em capital da República Eslovaca (República de Tiso).

Em 1945 tropas soviétiucas e rumenas ocuparam a cidade que assim voltou a fazer parte da Checoslováquia. Depois da segunda guerra mundial a população húngara e alemã foi afastada da cidade quase por completo. Em 1968 o contrato de fedaração entre eslovacos e checos foi assinado em Bratislava. A partir de 1993 a cidade é capital da Eslováquia independente.

Fotos Bratislava

Mapa do trajeto Budapeste-Bratislava